Ronaldo é apresentado como novo dono do Valladolid

Ex-jogador assume controle do clube ao comprar 51% das ações, ocupando cargo de presidente do conselho; antigo presidente segue no cargo

ovo dono do Valladolid, Ronaldo foi apresentado oficialmente, nesta segunda-feira. O ex-jogador comprou 51% das ações da equipe, o que rendeu o controle do time espanhol. Com um discurso baseado em trabalho em equipe, o ex-atacante da seleção brasileira pediu o apoio de todos para o fortalecimento da instituição.

- Quero que todos façam parte deste clube e convido os torcedores a participarem desse projeto. Dando ideias, opiniões, críticas e esperanças. Quero que façam parte do presente e do futuro do Real Valladolid. Contem com a gente para fazer o Real Valladolid se consolidar na primeira divisão e seguir construindo sonhos. Com a união de todos, tenho certeza que será muito difícil ganhar da gente - disse Ronaldo.

 Ronaldo é o novo presidente do Valladolid (Foto: Marina Izidro)

Ronaldo será presidente do conselho no clube, mantendo Carlos Suárez na presidência da instituição. A presença do brasileiro no Valladolid foi comemorada pelo mandatário, que vê o acontecimento como o início de uma nova era na equipe espanhola.

- Hoje é um ponto de partida. A chegada de Ronaldo coloca o Real Valladolind no mapa e vai fazer o clube dar um salto de qualidade - disse Suárez.

De acordo com Ronaldo, a ideia é manter os que já atuam no clube, visando um desempenho mais competitivo e transparente para a promoção do crescimento do Valladolid.

- Contamos com os melhores membros para cumprir nossos objetivos, que não vão ficar aqui, porque queremos crescer até onde nossas esperanças permitirem. Essa nova gestão será definida por quatro palavras: competitividade, transparência, revolução e social. Contaremos com o amigos Carlos Suárez e com todos que vêm trabalhando aqui - disse Ronaldo.

 Segundo o jornal"El Norte de Castilla", Carlos Suárez, aceitou vender o clube por cerca de 30 milhões de euros (R$ 141 milhões). Carlos é dono de 60% das ações, apesar de o ex-jogador ter comprado 51%. Ainda de acordo com a publicação, Ronaldo não desembolsará o valor de forma integral, optando por dividir o pagamento da aquisição dos títulos por vários anos.
 
Fonte: GE
Rate this item
(0 votes)

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.